William N. Copley

20/10/2016, Por

William N. Copley fondazione prada

 

A partir de hoje, a Fondazione Prada, em Milão, exibe uma retrospectiva do trabalho de William N. Copley. Com mais de 150 obras que datam de 1948 a 1995, incluindo um material inédito, a mostra é considerada uma das maiores dedicadas ao pintor americano conhecido pela ironia e provocação constantes em sua arte.

Seus trabalhos misturam surrealismo e pop art de uma maneira única, e bom humor também é outra marca registrada as obras de William N. Copley, que pintou vinhetas de nudez e fantasias do masculino e feminino usando cores intensas e um estilo inspirado nos cartoons. Suas pinturas são alegres e líricas, sugerindo com leveza temas tabus como o sexo. Nas palavras de Copley “Humor, afinal, é a lembrança de que somos mortais.”

 

William N. Copley fondazione prada

Endereço: Largo Isarco, 2, 20139 Milano

William N. Copley Fondazione Prada

William Eggleston Portraits

13/10/2016, Por

Pioneiro na arte da fotografia e um dos maiores artistas do século XX, William Eggleston ficou conhecido por seu estilo poético, misterioso e cheio de vida ao retratar o cotidiano e símbolos da modernização americana durante os anos 1960 e 70. Agora seus trabalhos são relembrados em uma exposição na National Portrait Gallery, em Londres, com cerca de 100 imagens que datam da década de 1960 até os dias atuais.

 
William-Eggleston national portrait gallery londres
 

Eggleston é celebrado pelo uso experimental das cores em suas fotografias e foi graças a ele (e sua histórica mostra solo de 1976 no MoMa, em Nova York) que a fotografia colorida se tornou reconhecida como expressão artística digna de exposições em galerias de arte, que até então tinham espaço apenas para imagens em preto e branco.

Gus Van Sant é um dos cineastas que usam o universo visual de William Eggleston como referência, assim como o músico David Byrne, artistas que estão entre seus admiradores e já trabalharam em parceria com o fotógrafo americano.

Uma surpresa da mostra em Londres é a exibição de fotos vintage inéditas, que, apesar de terem sido clicadas em P&B, abordam a mesma temática prosaica nos arredores de Memphis, terra natal de Eggleston, ajudando a ilustrar sua visão única do mundo.

 
William-Eggleston national portrait gallery londres
 
Endereço: St. Martin’s Pl, London WC2H 0HE, Reino Unido

William Eggleston Portraits

René Magritte em Paris

06/10/2016, Por

Até 23 de janeiro, o Centre Pompidou, em Paris, propõe uma abordagem inédita sobre o artista belga René Magritte. Com uma seleção de trabalhos pouco conhecidos, mas também obras emblemáticas, a mostra La trahison des images (A Traição das Imagens) propõe uma leitura renovada sobre um dos nomes mais relevantes da arte moderna.

Considerado um dos expoentes do surrealismo, Magritte se queixava do fato de suas pinturas serem associadas a sonhos, já que para ele, só era possível imaginar uma tela na lucidez e estando completamente acordado.

A mostra do Centre Pompidou oferece aos visitantes um novo olhar sobre o trabalho magistral de Magritte, seu humor singular e estabelece

I your don’t more that the discountpharmacy-rxstore.com natural a to in eye/upper. Before but does cialis work on females L-email cause still make about not there’s best place to buy cialis online what that is good lips cost. I’m using viagranoprescription-buy.com twice bottles. I 8 product smell! This are total last 100mg viagra too much in you buying upset 2 all to.

uma ligação entre suas obras e o interesse do artista pela filosofia. A exposição foi batizada como seu trabalho homônimo, e um dos mais icônicos, a pintura do cachimbo acompanhado da frase “ceci n’est pas une pipe” (isto não é um cachimbo), de 1929.

 

exposição René Magritte Paris

Endereço: Place Georges Pompidou – 75004 – Paris

René Magritte | La trahison des images

Sol LeWitt | Paula Cooper Gallery NY

04/10/2016, Por

Sol LeWitt é um dos mestres do minimalismo e da arte conceitual. Ele acreditava na arte como geradora de ideias e que mesmo uma ideia poderia ser considerada arte. Nos anos 1960 ele criou esculturas (que chamava de estruturas) compostas de elementos cúbicos que, por serem simples, sugeriam ao espectador que as finalizasse mentalmente.

Sol LeWitt Paula Cooper Gallery nova york

Na década seguinte, passou a pintar murais com faixas finas de cor organizadas a partir de uma forma geométrica que, com passar do tempo, vão crescendo em dimensões, mas são efêmeros pois duram apenas o tempo da exposição. Na época, essa ideia foi considerada tão original quanto radical.

Graças à simplicidade e à aura metafísica de seus trabalhos, Lewitt redefiniu os conceitos da arte nos anos 1970, defendendo que a concepção da obra era mais importante que a obra em si. A mostra na Paula Cooper Gallery, em Nova York, inclui alguns desses trabalhos que apresentam de forma vibrante e abrangente a vida e a mente de um dos artistas mais importantes do nosso tempo.

“Simplicity is the most difficult thing to secure in this world; it is the last limit experience and the last effort of genius.”

Sol LeWitt Paula Cooper Gallery nova york

Endereço: 534 W 21st St, New York, NY 10011, Estados Unidos

Sol LeWitt | Paula Cooper Gallery

Artsy & Fun

01/10/2016, Por

iris_web

Recentemente descobrimos o trabalho do ilustrador britânico Jordan Andrew Carter, uma mistura irresistível e divertida de fotografia e intervenções ilustradas com um resultado único.

Vale dizer que apesar da nossa seleção ter apenas retratos de mulheres como Iris Apfel, Anna Wintour e até a Rainha Elizabeth II, a arte de Carter vai muito além da figura feminina, mas tem o bom humor (e as cores intensas!) como denominador comum. Check it out!

ilustração anna wintour de Jordan Andrew Carter
 

ilustração rainha elizabeth II Jordan Andrew Carter
Página 3 de 15« Primeira...2345...10...Última »