Uma semana na Tanzânia

21/08/2019, Por

Quem me acompanha sabe do meu amor pela África. E a Tanzânia está entre os meus países favoritos do território africano. Um destino maravilhoso para fazer Safari e aproveitar belas praias no Oceano Índico. Se você tinha alguma dúvida sobre o destino do seu próxima getaway, espero te convencer a passar uma semana na Tanzânia!

Safari

Existem vários parques na focados em Safari na região. Dessa vez, optamos por algo mais fora da rota turística: o Selous National Park. Recomendo ao menos 3 dias para Safari. O Selous fica no sul da Tanzânia, um parque onde os animais vivem livres e selvagens. Nos hospedamos no Serena Mivumo River Lodge e foi uma experiência memorável. Nos nossos dois “full day safari” vimos muitas girafas, leões e leoas, zebras, elefantes, búfalos, gnús, impalas, wild dogs e pássaros diversos.

River Safari

Depois de um dia todo de Safari, recomendo tirar o dia seguinte para algo mais relax como o River Safari, para assistir os animais do rio. É possível avistar muitos crocodilos e hipopótamos. Durante a época de seca, de junho a outubro, os animais vão à beira do rio Rufiji para tomar água. Vimos girafas, búfalo e impalas de um ângulo diferente.

Selous – Stone Town

Saímos do Selous e pegamos um voo direto para Zanzibar. Vale a pena parar por uma noite na capital, Stone Town, e se perder nos labirintos da cidade de pedra. Os mercados de peixes, carnes e especiarias é imperdível.

Zanzibar 

Em seguida, pegamos um carro até o norte de Zanzibar, onde as praias são lindas e o mar transparente. Nos hospedamos no Hotel Kilindi – Elewana Collection, que superou todas as expectativas. Sugiro ao menos 2 noites por lá. Não deixe o passeio de barco até Mnemba Island para fazer snorkel ficar de fora do seu roteiro. Água transparente e vida marinha belíssima, muitos peixes coloridos.

Provar a lagosta local, curtir a praia, assistir ao pôr do sol e os pescadores com os barcos a vela, tradicionais da Ilha também são obrigatórios no roteiro.

Essa foi minha terceira vez em Zanzibar e a ilha está cada vez mais desenvolvida. Fiquei muito feliz em ver o crescimento e evolução de 7 anos para cá!

Amangiri | Utah

10/04/2018, Por

Já se imaginou passando férias no meio do deserto de Utah, com uma vista incrível dos canyons da região e uma piscina encrustada nas pedras? Se você se hospedar no Amangiri, seus sonhos se tornarão realidade.

Com uma arquitetura ousada, que foge completamente do mood western, o hotel americano da rede Amanresorts foi projetado pelos arquitetos Wendell Burnette, Marwan Al-Sayde e Rick Joy. Seus espaços contemporâneos combinam em cheio com a paisagem do lado de fora, proporcionando uma experiência única e inesquecível.

Para quem tem um espírito explorador, vale visitar os parques nacionais de Grand Circle, se aventurar por trilhas e conhecer os grafites pré-históricos – além de, claro, aproveitar um sunset de tirar o fôlego nos canyons.

Amangiri

Endereço: 1 Kayenta Rd, Canyon Point, UT 84741, EUA

Basquiat no CCBB

16/02/2018, Por

Jean-Michel Basquiat foi um dos poucos afro-americanos num mundo artístico predominantemente branco nos anos 1970 e 1980, em plena Nova York à beira de um colapso econômico. E, pela primeira vez, o artista nova-iorquino de ascendência afro-caribenha ganha retrospectiva no Brasil.

Com mais de 80 peças, entre quadros, desenhos, gravuras e pratos pintados, a mostra no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) fica em São Paulo até dia 7 de abril para, em seguida, ser apresentada em Brasília (21.04 a 01.07), Belo Horizonte (16.07 a 26.09) e Rio de Janeiro (12.10 a 08.01 de 2019).

A produção de Basquiat começou nas paredes do artístico bairro de Downtown Manhattan e no metrô nova-iorquino, particularmente nos vagões do trem D que levava o artista para casa. Sob o pseudônimo SAMO (aka Same Old Shit) ele assinava os grafites, que logo chamaram a atenção da cenal cool da época, com o amigo Al Diaz.

A trajetória do artista é contada na exposição desde o momento em que ele deixou de vender cartões postais de sua autoria nas ruas, passando pela amizade com Andy Warhol, até os momentos finais de sua produção.

Basquiat morreu de overdose aos 27 anos e, mesmo tão jovem, já havia se tornado uma estrela do cenário artístico de Nova York. O momento de empolgação e decadência que a cidade vivia criou um paraíso de criatividade, muito explorado pelo artista. Suas obras, marcadas pelo uso, muitas vezes, de materiais simples – como papel comum, colagens, cópias reprográficas e a combinação de imagens humanas e palavras – reproduzia os ritmos, sons e os cenários político, literário e musical de NYC. Must see!

Jean-Michel Basquiat

Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro. São Paulo-SP

24h em Tokyo

12/09/2017, Por

Sob a luz do neon, a cultura milenar japonesa se encontra com o que há de mais moderno e tecnológico em Tokyo. A metrópole mais populosa do mundo, com 37,8 milhões de pessoas, consegue ser zen e frenética ao mesmo tempo. Famosa por sua culinária peculiar – e deliciosa! -, é um must visit para qualquer apaixonada por viagens e culturas. Para te ajudar a aproveitar o que há de melhor na cidade em 24h, preparei um roteiro com as paradas obrigatórias desse lugar incrível.

24h em Tokyo

6 AM: O dia começa cedo, com a visita ao Tsukiji Market, o mercado de peixes e frutos do mar que abre praticamente de madrugada, com os produtos mais frescos do dia. Aqui, os melhores sushimans compram o que acham de melhor para oferecer em seus restaurantes. Mas vá o mais cedo possível para pegar os peixes ainda à venda (e bem frescos)!

Endereço: 5 Chome-2-1 Tsukiji, Chuo, Tokyo 104-0045, Japão

9 AM: Engana-se quem pensa que a capital do Japão foi engolida por arranha-céus. O East Gardens, parte do parque que envolve o Palácio Imperial de Tokyo, é o lugar ideal para curtir um pouco da natureza e ver as árvores super verdes.

Endereço: Japão, 〒100-8111 Tōkyō-to, Chiyoda-ku, Chiyoda, 1−1

10 AM: Andar de metrô em Tokyo é pura diversão! Os táxis são muito caros e o metrô é uma excelente alternativa para percorrer a cidade. Repare no silêncio e limpeza do local. Mas cuidado para não ir para a direção errada, aqui eles leem de trás pra frente.

11 AM: O Santuário Meiji é o templo xintoísta dedicado aos espíritos deificados do Imperador Meiji e sua esposa, a Imperatriz Shōken. Um oásis de ar puro e muito verde colado com Harajuku, o bairro onde você vê as lolittas com seus looks malucos e muitas lojinhas divertidas.

Endereço: 1-1 Yoyogikamizonocho, Shibuya, Tokyo 151-8557, Japão

24h em Tokyo

1 PM: Pausa para o almoço no Genki Sushi, em Shibuya. É divertidíssimo! Todos os pedidos são feitos pela tela de computador e a comida vem em uma esteira, que a deixa na sua frente.

Endereço: 4-8 Udagawacho, Shibuya, Tokyo 150-0042, Japão

3 PM: Ainda em Shibuya, não deixe de ver o maior cruzamento de pedestres saindo da Shibuya Station – Hachiko Exit! Adoro subir no segundo andar do Starbucks que fica na esquina para ver de cima! Endereço: 21-6 Udagawa-cho, Shibuya, Tokyo, Japan

5 PM: Entre nos mercadinhos e Food Halls e veja o capricho de cada embalagem e comida. Aqui, a maioria dos produtos vem em versão reduzida. Dá vontade de comprar de tudo! Balas, chás, temperos…

7 PM: Tenha uma experiência gastronômica inesquecível no Narisawa, restaurante do Chef Yoshihiro Narisawa com duas estrelas Michelin. O chef faz releituras de pratos tradicionais das regiões do interior do Japão. Uma surpresa atrás da outra. Nunca vi nada igual!

Endereço: Minami Aoyama 2-6-15, Minato-ku, Tokyo 107-0062, Japão

Mandy’s Salades Gourmandes

31/08/2017, Por

Mandy’s Salades Gourmandes

Mandy’s é aquela opção perfeita para quem não abre mão de comer saudável mesmo viajando. O restaurante de saladas em Montreal, no Canadá, é uma alternativa prática e rápida, além de muito charmoso.

A ideia surgiu em 2004, quando as irmãs Mandy e Rebecca Wolfe abriram o primeiro bar de create-your-own-salad nos fundos de uma loja de roupa. Sem nenhum conhecimento prévio em gastronomia, marketing ou negócios, a dupla focou no que cada uma sabia fazer de melhor: Mandy criou um menu original e Rebecca decorou todo o restaurante. Elas cruzaram os dedos e abriram as portas…. E as saladas gourmet deram certo! Hoje são quatro endereços pela cidade – não deixe de visitar a filial da Crescent Street, é uma rua muito gostosa de passear.

Recomendo provar a Asian, Wild Sage e Salmon Sensation Salad. Os sucos naturais também são deliciosos: o de beterraba, limão, maçã e gengibre foi o meu favorito.

Mandy’s Salades Gourmandes

Mandy’s Salades Gourmandes

Endereço: 2067 Crescent, Montreal, Canadá

Página 1 de 851234...102030...Última »